quarta-feira, 3 de outubro de 2012

xingando muito no twitter


vou escolher o conceito de comunicação pública no uni dune tê
é tão legal quando seu tema de monografia é Comunicação Pública e você descobre que não tem uma teoria fechada e ela pode ser qualquer coisa
só pra não perder o prazo da monografia.
parabéns pra você que perdeu a hora, perdeu a carona, perdeu o ônibus de linha pro trabalho e decidiu ir pra biblioteca estudar.
nem fudendo vou reler isso agora. tentei, não gostei, passo pro próximo capitulo lindamente e espero fazer sentindo.
Vou lá pro próximo capitulo, talvez ele exemplifique todas essas teorias.
Li 50 páginas dessa dissertação e acho que só entendi o último paragrafo. Alguém vai ter que passar a madrugada relendo essa budega
Tão emocionada que só falta cinco páginas para acabar esse capitulo infernal

terça-feira, 2 de outubro de 2012

tô deixando de amar o tema da minha monografia e começando a odiar. puta que pariu, que autores chatos

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

o HD queimado

Me disseram certa vez que quando você começa a escrever uma monografia, todos os equipamentos que você usa tendem a quebrar, queimar, dar problema e você perde boa parte do trabalho. venho, por meio deste, dizer que isso é verdade. Meu HD acaba de quebrar com todo o arquivos depois de ser esquecido em um sofá perto de uma janela aberta. Veio a chuva surpresa e o matou. 

Mas calma senhores, eu não quero me matar. Isso não é uma carta suicida.

Como fui muito, muito, muito avisada  eu tinha uma cópia de todo o material em uma penca de lugares, inclusive na internet. Só não tinha uma copia completa de toda a bibliografia. Porém, consegui salvar o meu computador, que também pegou chuva, e já salvei todo o material não apenas em qualquer midia digital que eu tenho (cartão, pen drive, etc) como fiz um backup digital no google docs.

A monografia tá salva. Só queria ter conseguido fazer o mesmo com as minhas fotografias, músicas, séries, filmes...

Pensando bem, acho que vou sim me matar. Com licença a todo.



compra-se vergonha na cara

paga-se mal.
por favor, falar com a direção

terça-feira, 10 de julho de 2012

é isso aí

aquela sensação de quando você se orgulha de um parágrafo que é substituída pela sensação que tem citação de mais na próxima página, mas você não sabe muito bem como explicar aquilo sem ser da forma que o autor escreveu.

kd a monografia que tava aqui?

mas eu tenho certeza que tinha salvo a versão nova no HD. tenho. Tive ate que escrever versão dois porque não tava querendo salvar por cima do arquivo existente. POR QUE VOCÊ SUMIU, VERSÃO 2?

domingo, 3 de junho de 2012

Aquele domingo gostoso para dormir, ficar vendo seriado, comendo besteira e trabalhando o seu tédio. Mas você tem que fazer a porra da monografia.

domingo, 20 de maio de 2012

e tamo em greve, e talvez eu tenha alguma chance

É tanta coisas lida que na hora de escrever me confundo. E incrivelmente, eu sempre acho que falta embasamento teórico. Ou seja, fico querendo ler mais. Não é a toa que o povo que faz doutorado fica doido, eu já tô ficando maluca com uma simples monografia. Tô totalmente atrasada nos prazos, agradecendo a greve nas universidades por me dar um tempinho a mais para escrever. Mas pelo menos tô conseguindo escrever né. 


Se eu não ficar louca, talvez consiga sair alguma coisa. 

quarta-feira, 16 de maio de 2012

prazos, prazos, prazos

Tenho um mês e para fazer a monografia e exatamente 1 página escrita. E vocês acham que eu exagero quando digo que tô toda cagada.

quarta-feira, 9 de maio de 2012

prazo

18 de maio - entrega do capitulo 1

quem aposta que eu não vou tá com ele pronto?
eu acho que já li esse artigo antes.

a arte de não fazer uma monografia.

Há 1 hora tô oscilando entre a página em branco do word, um pdf qualquer que não consigo me concentrar e a página do facebook. a arte de não fazer uma monografia. Talvez ter minha internet de casa cortada não seja algo ruim, talvez assim eu pare de inventar formas de procrastinar. ou comece a limpar a casa. um ou outra opção eu fico numa posição melhor que tô agora. Mas sempre existe a possibilidade de você ligar a TV e consequentemente aumentar a conta de luz.

segunda-feira, 7 de maio de 2012

traição monográfica

hoje eu comprei um livro que não tem nenhuma relação com a minha monografia. É um romance.
Me senti muito culpada, mas ao mesmo tempo bastante excitada.

precisa-se de vergonha na cara

motivo: procrastinação monográfica

terça-feira, 10 de abril de 2012

duas faces da mesma monografia

todos comemora quando termina de ler mais um capitulo do livro/dissertação/whatever

todos chora quando lembra ainda não escreveu uma linha.

aspas

Esta tarefa da esfera pública de criar medidas a partir das diferentes necessidades de reprodução social requer uma esfera pública ampliada, que por sua vez requer meios de comunicação democráticos e plurais. Estes, para existir, precisam de regulamentações claras e fiscalizáveis. A confusão conceitual entre os sistemas público e estatal de comunicação no Brasil e a não regulamentação da comunicação comercial, por exemplo, é uma forma de manter a esfera pública cada vez mais a serviço de apenas uma parcela da sociedade, parcela que historicamente teve ligações com o Estado, seja através do executivo, seja através do legislativo ou do judiciário, mas que nunca incentivaram a normatização clara dos meios de comunicação, ação que levaria a uma gradual politização da esfera pública, podendo chegar a sua desprivatização. - CARVALHO, Mariana. 2009

sexta-feira, 16 de março de 2012

tudo muda, mas a monografia permanece

comidas estão temporariamente interditadas na mesa da cozinha.


novo ano, novo semestre, novo relacionamento e no meio disso tudo a monografia permanece.


Durante as férias eu avacalhei geral, não atingir nenhuma das minhas metas, quase não estudei e me joguei na vida de dona do lar/namorada de primeira viagem. Só terminei de ler o livro que tinha começado em novembro do ano passado porque se não era vagabundagem demais pra uma pessoa só. Meu parceiro de estudo voltou pra cidade natal e me deixou sozinha com minha procrastinação.

Ate que as aula começaram e eu decidi tomar vergonha na cara. Descobri que o amor pelos seus professores nasce de uma referencia bibliográfica e um livro emprestado. Comecei a esboçar um projeto monográfico (que só tinha antes na minha cabeça) e tô, aos poucos, visualizando melhor o que quero dizer.

Com o projeto finalizado, eu e minha orientadora vamos começar a entrega dos capítulos.

Tô passando minhas tardes na biblioteca da UFAC ou na mesa da minha cozinha brincando com os cinco livros que tão aqui. Consegui a melhor general do mundo pra me colocar na linha e não me deixar ficar enrolando e que todo dia pergunta se tô estudando, sendo que quando a resposta é não me dá a maior bronca. Não que isso me impeça de ficar olhando para a parede porque as vezes ela é bem mais interessante que ler mais um capitulo de Poder No Jornalismo, da Mayra Rodrigues Gomes, mas ate que eu to conseguindo colocar um pouco de disciplina nessa budega. Acho que agora vai.


ps. o difícil de estudar em casa é controlar os impulsos de ligar a tv toda vez que olho para a sala.